{Na minha máquina} Casaco com perfume 50’s

 

Semana passada finalmente terminei o meu casaco. Yey!

Deu trabalho, demorou, mas eu adorei o resultado. Todo o processo valeu a pena.

Usei o molde 110 da Burda de Maio. Mas eu mudei várias coisas, e provavelmente você não vai reconhecê-lo. :p

Achei o molde muito bom. Com as medidas certinhas. Pela primeira vez não precisei mexer na estrutura: largura de costas, altura do corpo, ombros…

E o tecido? Ah, o tecido, uma lã azul linda, que ganhei da minha sogra há uns 5 anos, e ela disse que deve ter ficado com ela mais uns 15 anos, ou seja, o tecido deve ter mais de 20 anos. Isso já faz dele Vintage. 😀

As minhas mudancas:

• Gola: o original da Burda tem a gola bem grande, para ser usada aberta, sobre os ombros. Quando fiz o teste no algodão cru eu percebi que queria o casaco um pouco mais fechado.

A gola tão aberta limita um pouco o que usar por baixo, e com a gola mais ajustada o casaco fica muito mais versátil. E como ela era muito larga, para conseguir fechar o casaco até mais para cima, eu tive que diminuir um pouco a borda dela. Essa gola é linda, tem uma curva incrível nas costas.

• Estrutura: estruturei todo o casaco usando técnica de tailoring moderno. Fiz um post só sobre isso. Veja aqui.

• Fechamento: testei o fechamento com snaps, e depois com ganchos por dentro do casaco, mas achei meio sem graça, faltava alguma coisa. Quando o marido viu e disse: “Cadê os botões?” Eu entendi que realmente faltava alguma coisa. 😀

Eu já tinha comprado esses botões para o casaco, mas o posicionamento deles estava me incomodando e acabei desistindo. Com a ajuda do marido chegamos nesse layout. Eu amei! Achei meio com cara de aeromoça dos anos 50/ 60. <3

Como os botões são muito grandes, não cabem no pé de casas automático. E sem ele a casa não fica muito boa. A saída foi fazer Bound Buttonholes ou casa embutida (beijo Katia! por descobrir o nome). Imagina o suspiro que eu dei quando lembrei que o casaco estava pronto e passado, e teria que desmanchar boa parte dele. Mas super valeu a pena, aprendi uma técnica nova, e o resultado é lindo, limpo e elegante.

cintura

Com essas mudanças, o casaco ficou mais funcional e versátil. Posso fechar todos os botões, deixando a gola mais certinha; ou abri um botão e a gola fica mais acentada; ou ainda abrir mais um botão e a gola fica quase como a original da revista.

Eu fiz o forro com uma tricoline 100% algodão azul marinho e poá vermelho. Acho que deu mais um charme retrô. Amo! 😀

Fiquei super feliz com o meu casaco novo. Ainda bem que semana passada estava mais friozinho, consegui usar ele várias vezes, com calça cenoura, com jeans e com saia também. Adorei montar looks com ele, e com certeza será uma grande adição ao meu guarda-roupa handmade. 😉

 

 

4 thoughts on “{Na minha máquina} Casaco com perfume 50’s

  1. Amei. Eu tenho esse molde e acho que vou fazer modificações parecidas. Adoro quando maridos ajudam e se envolvem nas nossas costurises

    • Eu adorei o molde, Rachel. Como ficou certinho o comprimento para mim, acho que você vai ter que aumentar um pouco. 😉
      Depois quero ver sua versão. 🙂

      O meu marido não gosta muito de participar, mas dá pitacos em tudo. hahahaha

      Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *