Meu curso na Eduk, Ponto doce ou como encarar os medos

Francine Lacerda costura Eduk

E eu dei um curso online e ao vivo. Ainda é difícil acreditar!

Foi um grande passo para mim, uma vitória pessoal. Enfrentei o medo, o nervosismo, a minha autocrítica e fui. E a experiência foi incrível!

Claro que fiquei nervosa, tensa, mas com o tempo fui ficando mais confortável. Eu adoro o que eu faço, adoro ensinar, ver o desenvolvimento das pessoas, e em ação eu me senti segura. Vi que com esse curso vou atingir e estimular muitas mais pessoas, e perceber isso foi bom demais, foi a motivação para encarar o meu receio.

Recebi muitas mensagens de todos os cantos do Brasil e também de Portugal. Todos elogiando a minha paciência, tranquilidade, a minha didática, e muitos agradecendo a minha disponibilidade de ensinar tudo, entregando segredinhos, sem esconder nada. E isso me fez pensar. Eu não consigo ser pela metade, quando entro em algum projeto, seja na vida ou profissional eu vou fundo, me entrego, sou inteira.

Francine Lacerda costura Eduk

Eu em ação na tela da Michele.

Não consigo segurar informação, eu gosto de partilhar, multiplicar, contar e demonstrar uma nova descoberta. Detesto superficialidade, se é para fazer que seja com conteúdo.

Confesso que quando comecei a pensar em dar aulas me veio o pensamento “você vai criar concorrentes” e aquilo me pegou por um tempo. Eu ainda me via só como estilista e não como professora, multiplicadora de conhecimento. E depois de um tempo dando aulas eu vi como aquilo me dava prazer, ver a descoberta de algumas alunas, o desenvolvimento e crescimento de outras, e ali eu vi que eu estava fazendo a diferença. Não ensinando somente a costurar, mas também a ser mais criativa, mais corajosa, mais presente, mais serena. Eu ajudo a melhorar a auto-estima de mulheres que não se acham capazes, que não se encaixam no padrão. Tem coisa melhor?! 🙂

No meu processo de autoconhecimento, da busca do meu “Ponto doce” eu percebi que o que me motiva, me faz brilhar os olhos, dá aquele calorzinho no peito é ajudar as pessoas a se descobrirem, a perceberem os seus potenciais, e ajudar e aconselhar para o crescimento delas.

E assim, eu me vi entregando tudo, tudo que eu sei e vou aprendendo. 

Divaguei, eu sei. Mas essa experiência foi realmente importante para mim e eu fiquei muito feliz por ter feito.

Francine Lacerda costura Eduk

Equipe reunida no fim do curso.

Agora fica o convite para quem não assistiu ao meu curso.

Dia 05 de julho ele estará disponível para assinantes no site da Eduk.

É só clicar aqui. 😉

••• E para quem assistiu me conta o que você achou. <3

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *