Mudanças necessárias • Chamado da alma

Quem me acompanha pelas redes sociais deve ter notado que minhas publicações têm sido mais espaçadas, falando pouco sobre os cursos, e que as oficinas estão pausadas.
Os últimos meses têm sido intensos, muitas dúvidas, ansiedade, ideias mil pipocando na cabeça e aquela vontade de mudar, mas sem saber bem o quê.

Eu sou uma pessoa inquieta, gosto de novidades, de projetos, de iniciar algo novo a todo o momento. Isso é bom, pois traz curiosidade, estou sempre estudando e pesquisando novos assuntos, mas também prejudica o foco, e as conquistas que precisam de tempo e paciência para desenvolver.

Comecei a dar aulas há 3 anos, mesmo sem saber direito se sabia fazer a coisa, fui com medo mesmo, e olha, foi um processo importantíssimo para mim. Descobri que eu amo ensinar, ver o crescimento das minhas alunas, o descobrimento de novos talentos, ajudá-las a desabrochar.

Descobri também que transmitir conhecimento é um dom natural meu e que me dá um prazer imenso.

Nesses 3 anos aprendi muito, me diverti e descobri uma parte minha que estava escondida, a de professora.
Mas de uns tempos para cá a outra parte de mim, a Francine estilista, criativa, apaixonada por moda, começou a resmungar, pois se sentiu renegada e subaproveitada nesses últimos anos. E eu estou sentindo uma vontade avassaladora de trazer ela de volta.
No início do ano fiz um curso de Consultoria de Imagem e Estilo na Belas Artes, buscando trazer mais informação e técnica de moda para meu repertório. O curso foi incrível, mas como eu já esperava eu não me vejo trabalhando exclusivamente com isso, atendendo clientes individuais.
Mas percebi que poderia aplicar aqueles ensinamentos unindo ao meu propósito.
Meu foco sempre foi em melhorar a auto estima das mulheres, a ajudá-las a ficaram bem com o próprio corpo, imagem e identidade. A costura, da forma como ensino, tem muito disso, elevar a auto expressão, desenvolver o sentimento de realização, do fazer mesmo, resgatando traços do feminino esquecido.
Queria muito unir costura, estilo e moda, mas de uma forma sem afetação, sem regras, sem proibições, e sim, com experimentação, sem preconceitos; envolvendo muito mais sentimento e bem-estar, com colaboração entre as mulheres, um grupo que cresce e se desenvolve junto.

 

De lá para cá mil ideias passaram pela minha cabeça, mas eu não estava conseguindo formatar esse projeto e trazer pro mundo. Foram meses angustiantes, pois ideias que não saem da cabeça e do papel viram energia acumulada, e com isso vem ansiedade, impotência, exaustão.

Eu sabia que algo devia mudar em mim, no meu trabalho, no que eu levo para o mundo, mas sabe aquela sensação de que não tá perfeito, não é bem isso, será que sou capaz?! Ela me paralisou, me entristeceu e me fez duvidar.

Mas então uns 3 meses atrás resolvi por a mão na massa e reformulei os cursos de costura, criei novos cursos focados em criação de moda e estilo. Tentando sempre agregar técnica, bem-estar, moda e autoestima.

Meu objetivo é empoderar, libertar e enaltecer a mulher, o feminino, o belo.

Os cursos e temas ainda estão em incubação, amadurecendo, fortalecendo. Mas eu já adianto que os cursos de costura agora se chamarão “Meu guarda-roupa feito à mão” e que cada participante passará por uma consultoria de estilo para definir o seu perfil e assim criar um armário sob medida para o seu corpo, estilo e lifestyle. Estou mega empolgada com essa empreitada. 😀

Muito em breve os cursos estarão disponíveis E então te conto em detalhes cada um. 😉

5 thoughts on “Mudanças necessárias • Chamado da alma

  1. Maravilhoso….a parte que mais gostei foi”sem afetação”….adoro costurar… tricotar e fazer a própria roupa me parece fantástico….quero participar…

    • Olá, Marisia. Feliz pelo seu comentário.
      A moda pode ser muito mais que esse mundinho cheio de afetação e consumismo desenfreado, né?!
      Fazer as próprias roupas é maravilhoso, gera um sentimento de realização, de cuidar de si, se amar e se aceitar.

      Vem costurar comigo! 😉
      Ah, assine a newsletter aqui em baixo para receber minhas mensagens no seu e-mail e agenda de cursos. <3

      Beijo

  2. Que máximo, Francine!
    Você sabe como admiro seu trabalho, sua dedicação e agora, a sua determinação!
    Me identifiquei muito com o seu relato e te desejo muito sucesso nesse novo caminho que se abre na sua vida!
    E quem sabe um dia consigo ir aprender a tricotar e costurar com você!!!
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *