Na minha máquina de costura

Na categoria “Na minha máquina” vou escrever sobre as costuras pessoais da semana. O que produzo para mim, para a casa, para o marido… Tudo o que for feito fora do trabalho. Espaço para a Francine pessoa física.

Confesso que semana passada não consegui parar para costurar, a correria anda louca, formatando cursos, preparando as apostilas, moldes e tocando os outros projetos da marca. Quando sobrou um tempinho usei para rever o planejamento do meu guarda-roupa handmade. Adicionei peças à lista e desta priorizei 5 peças para a confecção imediata.  😀

Foi uma semana de transferir, imprimir, colar, ajustar moldes. E só! :/

Vamos ver se nessa semana consigo andar mais um pouco.


{ Tutorial } Gola de malha fácil, rápida e confortável

gola manequim

Inaugurando a série de tutoriais e passo a passo com um projeto de costura muito fácil e rápido, perfeito para fazer numa tarde de ócio criativo. 😉

Essa gola de malha é super charmosa e perfeita para esses dias de outono, nos quais o frio vai chegando, mas ainda não pede golas e cachecóis de lã. Ela também é uma ótima alternativa para os alérgicos de plantão. o/          A malha é um tecido super confortável, não solta fio e nem acumula poeira, ponto para ela.

Vamos para o passo a passo?

Materiais:

• 25 cm x a largura do tecido de malha (usei meia malha, largura 1,80 m)

• Grelots

• Linha de costura

• Tesoura

• Máquina de costura

Passo 1

* Click na imagem para ver maior

Unir as pontas da tira com uma costura zigzag estreita, deixando uma margem de costura de 2cm.

Utilizamos a costura zigzag na malha, pois ela é mais elástica, a costura reta pode arrebentar com o movimento do tecido.

Passo2

* Click na imagem para ver maior

Abrir a costura. Para o acabamento, dobrar a margem de costura ao meio, virando para dentro, e passe uma costura zigzag. Repita na margem do outro lado. A costura ficará aparente do lado de fora, se você quiser pode usar linha da mesma cor do tecido.

Passo 3

* Click na imagem para ver maior

Fixe o grelot no lado direito do tecido com uma costura zigzag do tamanho da largura da fita. Faça bem rente ao final do tecido para um melhor acabamento. Ao chegar no final da volta, corte a fita de grelot 1 cm sobre a ponta inicial e costure as pontas uma sobre a outra.

Passo 4

* Click na imagem para ver maior

Vire a fita de grelot- já fixada- para o lado do avesso do tecido. Passe uma costura zigzag para o acabamento.

• Dica: você pode utilizar a linha da cor do tecido no carretel e na cor do grelot na bobina, deste modo as costuras ficam mais discretas.

Passo 5

Você pode repetir todo o processo do outro lado do tecido, adicionando grelot nas duas laterais ou pode fazer uma barra simples, como no passo 2.

Eu deixei a minha sem acabamento mesmo, pois a malha não desfia e fica bem mais leve, mas tudo é questão de gosto.

E tá pronta a sua gola! Você arrasando no outono/ inverno com uma peça handmade. 😀

 

3 maneiras de usar a sua gola, linda:

* Click na imagem para ver maior

Me conte o que você achou e mostre fotos das suas criações. 😉


{Dicas e truques} Em busca do pesponto perfeito

Iniciando a coluna {Dicas e truques}, aqui você vai encontrar aquelas diquinhas para facilitar o dia-a-dia da costureira moderna.

Hoje vou falar do pesponto, aquela costura fundamental para o acabamento e beleza das peças. E também sobre os pezinhos (ou sapatilhas) que tenho usado para auxiliar e garantir uma costura retinha e bonita.

O pesponto pode ser somente funcional, mas também podemos usá-lo como opção decorativa. No quesito funcionalidade ele é utilizado para segurar a margem de costura no cós, nos recortes, no colarinho, na gola… e por aí vai.

Aqui vai um exemplo do uso do pesponto no acabamento de cós:

* Clique na imagem para ver grande

Como podemos ver nas imagens, o pesponto ajuda na “limpeza” do acabamento. Ao juntar as duas partes do cós, usamos essa técnica para segurar a margem de costura no cós de dentro, fazendo com que este não escorregue para fora quando nos movimentamos. Uma simples costura, e garante tudo no lugar. O pesponto decorativo utilizamos nas peças no qual ele fica aparente, nem sempre ele é necessário, mas vira uma opção criativa para adicionar textura, cor e desenhos. Ele pode ser simples ou duplo.

Geralmente o pesponto é uma costura reta, que segue o “degrau” criado pela costura de união. Quando ele fica aparente a costura deve ficar bem uniforme e reta. E essa missão nem sempre é muito fácil. :\ Mas ainda bem que atualmente encontramos com facilidade aqueles pezinhos amados que tanto ajudam nesta tarefa. Eu utilizava um pé de máquina específico para pespontos. Esse aqui:

* Clique na imagem para ver grande

Como vocês podem ver ele encaixa no degrau e a costura fica muito mais fácil, rápida e retinha. \o/ E ele ainda ajuda muito para fazer a barra/bainha das peças, pois é só encaixar no relevo da dobra. E voilá, barra também retinha, fácil, fácil.

Mas nem tudo são flores, o pezinho só encaixa em um dos lados da costura, sendo muito mais difícil de fazer o pesponto duplo, e ele também fica bem rente à junção, e eu geralmente gosto de fazer a costura um pouco mais distante da borda, acho mais bonito e também segura melhor. Recentemente comprei máquinas novas para o atelier, escolhi a BM3700 da Brother, para minha alegria ela vem com vários pezinhos úteis. E ao ver o L, que é para a bainha invisível, logo pensei em usá-lo para pesponto. Ele tem uma guia ajustável, e super funcionou, o pesponto duplo ficou mais fácil e agora dá para mudar a distância da costura em relação a borda. Uau! 😀

* Clique na imagem para ver grande

Mais uma dica: se você quiser o pesponto mais “aparecido” utilize a linha específica, ela é mais grossa que a normal, e portando se destaca mais quando feita em cor contrastante. Ela é meio chatinha de usar, é preciso fazer uma regulagem da bobina, na qual a linha utilizada é a normal de costura.

Veja a diferença:

* Clique na imagem para ver grande

Espero que vocês tenham gostado das dicas. E quero saber como fazem o pesponto, quais truques utilizam e o que já criaram com essa técnica, conte nos comentário. 😉


Me-Made-May >> O que é?


Hoje começa o Me-Made-May. Você já deve ter se deparado com as seguintes hashtags #memademay15 #mmmay15

Mas o que é isso? Do que se trata?

O Me-Made-May é um desafio, eu diria até que tornou-se um movimento, criado por Zoe do blog So Zo what do you know?. Ela propõe e desafia a comunidade costureira a usar pelo menos uma peça de roupa ou acessório feito à mão pela própria pessoa. * Também vale tricot, crochet… qualquer técnica feita `a mão.

O intuito do desafio é :

• Encorajar as pessoas que fazem suas próprias peças a usá-las, mostrar as suas criações para o mundo, sentir orgulho e poder dizer ” Fui eu que fiz”.
• Ajudar a perceber quantas coisas já criamos e estão lá esquecidas no armário. Ponha em uso já!
• Mostrar as “falhas” do nosso guarda-roupa, o que falta/ tem em excesso, e com isso planejar melhor as futuras costuras.
• Estimular a pôr fim naquela pilha de peças “a terminar” #quemnunca? 😛
• Produzir novas peças.
• Aproximar as fazedoras de plantão, ajudando, apoiando e estimulando uma a outra. <3

E Zoe deixa bem claro que isso não é uma competição.

O que eu achei legal é que você pode adaptar o desafio à sua situação. Se não tem tempo ou peças suficientes para usar e fotografar todos os dias, você fica livre para definir seu próprio objetivo, que pode ser semanal, pode ser fazer mais peças… e por aí vai.

Eu aceitei o desafio e me comprometo a usar pelo menos uma peça handmade por dia durante o mês de Maio. Vou tentar postar diariamente no Instagram e semanalmente por aqui. Torçam por mim! 😀

Quem vem comigo?

Me contem nos comentários e deixe o link para eu acompanhar, vale Instagram, Facebook, blog…

*** Desafio as minhas ALUNAS e EX-ALUNAS a postarem pelo menos UMA peça feita ou aprendida em aula. 😉


Planejando um guarda-roupa handmade

Sabe aquela máxima ” Casa de ferreiro, espeto é de pau”? Então…

Eu adoro tudo o que crio para a marca, o que eu não usaria não entra em produção, mas eu acabo não ficando com quase nada. Quando dá um tempo, faço alguma peça para mim.

O friozinho chegando e me dou conta que meu guarda-roupas não está preparado para a estação. O que fazer? Se desesperar? Passar frio? Assumir o mendiga style? hahahaha Achei melhor fazer um planejamento de costuras, e produzir peças chaves para ficar quentinha e com estilo. 😉

Peguei minha coleção de revistas Burda, meus stickies fofitos, e fui marcando todas as peças que acho que combinam comigo e que eu gostaria de fazer. Tirei foto do modelo e anotei em um caderno a peça a ser feita, a edição da revista e a página. A lista ficou enorme. Hora de editar, ô coisa difícil!

O que fazer quando você se apaixonou por vários casacos e várias calças? Comece selecionado 2 modelos de cada, pois ainda têm blusas, vestidos, bermudas, saias… na lista. A vontade é de fazer todos os lindos casacos, mas cadê tempo? Se conseguir fazer um antes do inverno já vou ficar feliz. o.O

Eu compro a revista Burda há anos, antes as edições importadas e agora a brasileira, mas nunca tinha feito nenhuma peça a partir dos moldes. Eu acho muito mais fácil fazer a modelagem inteira, do que fazer ajustes e adaptações. Mas este ano decidi começar a usar esses moldes para fazer roupas para mim. É até um exercício para passar as dicas para minhas alunas, e agora por aqui. 😉

E você aí, faz algum planejamento? Me conte nos comentários.

Coleção de revistas

Desejando esta jaqueta (sem os recortes) , perfeita para o outono

Outra jaqueta desejada

 


5 anos fazendo roupas

 

Comecei a usar o Timehop há pouco tempo, e tenho adorado relembrar o que publiquei nas redes sociais nestes últimos anos.

A melhor até agora foi esta aí em cima. O começo de tudo, da marca Francine Lacerda fazendo roupas, deixando as mulheres ainda mais bonitas, femininas e elegantes. Lá se vão 5 anos de criações, muitas modelagens, costuras, acabamentos, erros e acertos. Tem sido uma escola e tanto. Cresci junto com a marca, mudei de ideia várias vezes, me questionei, desanimei, recomecei, mas nunca pensei em desistir.

Nesses anos todos recebi tanto carinho das minhas clientes e amigas que faz tudo valer a pena.

Acredito que meu trabalho, meu talento, está aí para ajudar as mulheres a se sentirem mais bonitas, mais seguras e confortáveis. Sim, a roupa tem esse poder, mas não é só a roupa, e sim todo o conceito e história que ela carrega.

Espero seguir neste caminho e criar coisa belas para o mundo por muitos anos ainda.

<3<3<3


Cursos/ Sewing classes

espaco

Aprender uma técnica nova, resgatar o trabalho manual de antigamente, fazer suas próprias roupas, e ainda muitas risadas, trocas de experiências, desenvolvimento do feminino. Horas agradáveis em ótima companhia, acompanhadas de bolo caseiro fresquinho e chás deliciosos à vontade.

Assim são os cursos de Modelagem e Corte e costura do Atelier Francine Lacerda. Mais do que uma escola de costura, um ponto de encontro de mulheres que querem aprender o fazer manual, se divertir e já sair com roupas feitas por elas mesmas.

Já tivemos por aqui:

• Curso de modelagem de Saias

• Curso de modelagem de Blusas

• Curso de corte e costura de Saias

• Curso de corte e costura de Blusas

• Workshop de Saia Evasê

• Workshop de Kimono

E tem muito mais por vir. Confira as opções de cursos aqui: www.francinelacerda.com.br

 

 

 


Pattern collection > coming soon

molde02

Moldes lindos vindo por aí. Estou preparando uma coleção de moldes de roupas femininas para você fazer em casa.

Serão peças fáceis de fazer, para costureiras iniciantes e intermediárias. Os moldes terão 5 tamanhos, instruções ilustradas e facilitadas, para você se divertir fazendo suas próprias roupas, sem sofrimento. 🙂

Tudo bem feminino e elegante, a cara da marca Francine Lacerda.

Para saber tudo em primeira mão assine nossa lista e receba em seu email tudo sobre o pré-lançamento.molde01


Venha conhecer o dia-a-dia do Atelier

A vontade de montar esse blog vem de longa data, mas foi sempre adiada.

A ideia aqui é mostrar um pouco o dia-a-dia do atelier, como tudo é criado, feito, desenvolvido. Falar sobre o que me encanta, as minhas inspirações, e também o que passa pela minha máquina quando não estou trabalhando. Sim, trabalho se confunde com lazer. 😛

Aqui você vai encontrar dicas de costura, de modelagem, de moda, de tudo um pouco que faz parte da minha vida.

Ah, e claro, vou falar também dos cursos que estou dando aqui no atelier, e que estão me dando um enorme prazer. Acho que foi esta experiência que me motivou a criar o blog, e fez crescer a vontade de ensinar técnicas e oferecer dicas de costura.

A comunidade virtual de entusiastas da costura só cresce, e é uma delícia trocar experiências, acompanhar o que cada uma anda desenvolvendo. Espero assim ficar mais próximo dessa turma, a minha turma, e poder contribuir e compartilhar cada vez mais.

Seja bem-vinda! Fique a vontade, a casa é sua. <3

 

Saiba mais sobre os cursos aqui.