Meu carnaval foi entre pontos e agulhas • Marinière Top

Início do ano, vários projetos e aulas rolando, fiquei envolvida e sem tempo de costurar. Depois de um mês sem conseguir chegar perto de uma máquina de costura e dar alguns pontinhos, bateu aquele desânimo e a vontade de costurar sumiu. Isso já aconteceu com você?  o.O

Projetos cortados esperando para serem montados, e nada do ânimo para costura.

O último ano foi bem corrido, não tirei férias, trabalhei nos fins de semana, nos feriados… Neste carnaval decidi me dar uma pausa, não fazer nada relacionado ao trabalho. Mas como não consigo ficar parada, adoro um ócio criativo e produtivo, decidi que faria um projeto de tricot, rápido, fácil e para usar já.

No último encontro das agulhas, a Cris Bertoluci estava vestindo um top cropped lindo e fiquei morrendo de vontade de fazer um. Como não achei receita do modelo como eu queria, resolvi fazer intuitivamente. Ando apaixonada pelo estilo náutico, amo branco + marinho + listras. Assim nasceu o top Marinière, na cara e na coragem. 😀

Read More


{Dicas e truques} Em busca do pesponto perfeito

Iniciando a coluna {Dicas e truques}, aqui você vai encontrar aquelas diquinhas para facilitar o dia-a-dia da costureira moderna.

Hoje vou falar do pesponto, aquela costura fundamental para o acabamento e beleza das peças. E também sobre os pezinhos (ou sapatilhas) que tenho usado para auxiliar e garantir uma costura retinha e bonita.

O pesponto pode ser somente funcional, mas também podemos usá-lo como opção decorativa. No quesito funcionalidade ele é utilizado para segurar a margem de costura no cós, nos recortes, no colarinho, na gola… e por aí vai.

Aqui vai um exemplo do uso do pesponto no acabamento de cós:

* Clique na imagem para ver grande

Como podemos ver nas imagens, o pesponto ajuda na “limpeza” do acabamento. Ao juntar as duas partes do cós, usamos essa técnica para segurar a margem de costura no cós de dentro, fazendo com que este não escorregue para fora quando nos movimentamos. Uma simples costura, e garante tudo no lugar. O pesponto decorativo utilizamos nas peças no qual ele fica aparente, nem sempre ele é necessário, mas vira uma opção criativa para adicionar textura, cor e desenhos. Ele pode ser simples ou duplo.

Geralmente o pesponto é uma costura reta, que segue o “degrau” criado pela costura de união. Quando ele fica aparente a costura deve ficar bem uniforme e reta. E essa missão nem sempre é muito fácil. :\ Mas ainda bem que atualmente encontramos com facilidade aqueles pezinhos amados que tanto ajudam nesta tarefa. Eu utilizava um pé de máquina específico para pespontos. Esse aqui:

* Clique na imagem para ver grande

Como vocês podem ver ele encaixa no degrau e a costura fica muito mais fácil, rápida e retinha. \o/ E ele ainda ajuda muito para fazer a barra/bainha das peças, pois é só encaixar no relevo da dobra. E voilá, barra também retinha, fácil, fácil.

Mas nem tudo são flores, o pezinho só encaixa em um dos lados da costura, sendo muito mais difícil de fazer o pesponto duplo, e ele também fica bem rente à junção, e eu geralmente gosto de fazer a costura um pouco mais distante da borda, acho mais bonito e também segura melhor. Recentemente comprei máquinas novas para o atelier, escolhi a BM3700 da Brother, para minha alegria ela vem com vários pezinhos úteis. E ao ver o L, que é para a bainha invisível, logo pensei em usá-lo para pesponto. Ele tem uma guia ajustável, e super funcionou, o pesponto duplo ficou mais fácil e agora dá para mudar a distância da costura em relação a borda. Uau! 😀

* Clique na imagem para ver grande

Mais uma dica: se você quiser o pesponto mais “aparecido” utilize a linha específica, ela é mais grossa que a normal, e portando se destaca mais quando feita em cor contrastante. Ela é meio chatinha de usar, é preciso fazer uma regulagem da bobina, na qual a linha utilizada é a normal de costura.

Veja a diferença:

* Clique na imagem para ver grande

Espero que vocês tenham gostado das dicas. E quero saber como fazem o pesponto, quais truques utilizam e o que já criaram com essa técnica, conte nos comentário. 😉