Me Made May 2017

Maio acabou e com ele o Me Made May, o desafio costurístico mais aguardado e amado pelas costureiras. 😀

Quem não sabe do que estou falando vai aqui ó, neste post eu expliquei tudinho.

Essa foi minha terceira participação no desafio, eu usei pelo menos uma peça feita por mim todos os dias, mas não consegui registrar todos os looks. Alguns dias eu esqueci de tirar foto antes de me “desmontar” ou não tive tempo mesmo. :/

Aqui vão os registros que consegui fazer:

Balanço deste ano:

  • 8 looks total feito por mim
  • Usei muito mais peças de tricot (amando fazer roupas)
  • Usei mais calça jeans que de costume (deve ser o frio e a preguiça que vem com ele :P)
  • Eu repito roupa sem problema
  • A criatividade sempre é estimulada
  • Preciso fazer mais casacos e blusas de manga comprida
  • Investir mais em acessórios
  • Conforto para mim é fundamental

E você participou do #mmmay17? Me conta a sua experiência!

E quem já está ansiosa para a próxima edição? o/


boxytee Trico Francine Lacerda

Meu primeiro molde de tricot <3

Vocês sabem que sou apaixonada por tricot, né?! É o meu hobby favorito do momento. Nós, pessoas que adoram trabalhos manuais temos o impulso de tentar, experimentar várias técnicas, umas ficam por mais tempo, outras são passageiras.

O tricot entrou de vez na minha vida quando fiz uma oficina com as meninas do SuperZíper há 6/7 anos. Me apaixonei, no mesmo dia já saí com uma maxi gola feita por mim, e não parei mais.

Fiz vários projeto fáceis, para praticar, depois claro, queria me aventurar em peças mais complexas, mas eu tinha muita dificuldade para ler as receitas de tricot. Demorei para entender, e foi assim, do nada, de repente tudo começou a fazer sentido. E eu nunca poderia imaginar que um dia teria um molde desenvolvido por mim. 😀

Read More


Burda Expo 2016

Depois de um hiato de meses, estou de volta! \o/

Tenho tanta coisa para contar… muitos projetos, cor nova de cabelo, alunas me dando um super orgulho nas produções. Aos poucos eu vou atualizando o blog. 😉

Semana passada rolou a Burda Expo aqui em São Paulo. Uma feira muito legal com o foco em corte e costura, promovida pela Revista Burda Brasil. Fico tão feliz em ver que aos poucos nosso tão amado ofício/ hobby está ganhando espaço e visibilidade.

A feira aconteceu de 01 à 03 de Setembro no Centro de eventos São Luís, pertinho da Av. Paulista. Localização super privilegiada e de fácil acesso.

Meses antes da feira eu fui convidada a criar e desenvolver um look a partir dos moldes da Burda, para a exposição “Burda Fazendo Moda” organizada pelo amado Vagner Carvalheiro. Na quarta-feira dia 31 fui lá entregar meu vestido e acompanhar a montagem da feira. Eu adoro essa correria de bastidores. Circulei, encontrei gente querida, ajudei… me diverti. 😀

Read More


{Me Made May 16 • Semana 2}

E assim foi a minha participação na segunda semana do #MMMay16.

O meu objetivo inicial era ter pelo menos um look total handmade, e não é que estão saindo vários!!! Fiquei mega feliz em saber que tenho mais peças que coordenam entre si do que imaginava. 😀

Sexta-feira esqueci de tirar foto e Domingo foi dia de faxina, então ficaram faltando os dias 13 e 15. :/

 


{ Me Made May 16 • Semana 1 }

E mais um ME MADE MAY chegou. Yey! Para quem não sabe do que estou falando, expliquei tudinho no post do ano passado, aqui ó.

Aquela época do ano em que pipocam looks do dia pelas mídias sociais, sem vergonha nenhuma. Esse é o momento da celebração do Faça você mesma! De mostrar para o mundo com orgulho o que você fez, produziu com trabalho, carinho e dedicação.

É uma delícia acompanhar esse desafio, pois somos apresentadas à outras pessoas que curtem o mesmo que a gente; descobrimos novos moldes, novos tecidos, novas técnicas… E além de tudo é uma super inspiração.

Aqui vai o registro da minha primeira semana, você também pode acompanhar pelo Instagram, Facebook e Pinterest. 😉


Meu carnaval foi entre pontos e agulhas • Marinière Top

Início do ano, vários projetos e aulas rolando, fiquei envolvida e sem tempo de costurar. Depois de um mês sem conseguir chegar perto de uma máquina de costura e dar alguns pontinhos, bateu aquele desânimo e a vontade de costurar sumiu. Isso já aconteceu com você?  o.O

Projetos cortados esperando para serem montados, e nada do ânimo para costura.

O último ano foi bem corrido, não tirei férias, trabalhei nos fins de semana, nos feriados… Neste carnaval decidi me dar uma pausa, não fazer nada relacionado ao trabalho. Mas como não consigo ficar parada, adoro um ócio criativo e produtivo, decidi que faria um projeto de tricot, rápido, fácil e para usar já.

No último encontro das agulhas, a Cris Bertoluci estava vestindo um top cropped lindo e fiquei morrendo de vontade de fazer um. Como não achei receita do modelo como eu queria, resolvi fazer intuitivamente. Ando apaixonada pelo estilo náutico, amo branco + marinho + listras. Assim nasceu o top Marinière, na cara e na coragem. 😀

Read More


Passo-a-passo >> Top Quimono

12424465_231051273892705_195998478_n

Ano passado a Loja Dona Dani e a Revista Molde & Cia me convidaram para desenvolver uma peça para a revista usando tecidos da loja. E agora que o projeto foi ao ar eu vou publicá-lo aqui com meus comentários adicionais. Um presente para minhas leitoras! \o/

O pap teria que ser curto e sem molde, então decidi fazer uma peça bem simples, mas claro, com muito estilo. Tinha que ter a minha cara. 😉

Depois de muito pensar, e testar modelagem cheguei a esse top quimono, lindo, charmoso, super fácil e rápido de fazer. Ele pode ser amarrado na cintura, como na proposta da revista, ou mais solto e amarrado atrás, como eu usei nesta foto:

top quimono

 

O tecido escolhido foi o jackard algodão com seda poá, que é um luxo só, nas cores cru e cinza chumbo.

Vamos ao passo-a-passo. Prepare a tesoura e vem comigo! 😉

 

 

31424

31425

31426

  • Costure com costura reta e finalize com overloque ou zigzag. Você também pode fechar utilizando a costura francesa.

31427

• Depois de fechar as tiras com a costura reta, desvire-as. Passe bem para vincar.

31428

• Acabamento com overloque ou zigzag .

31429

31430

31431

 

Vou adorar ver as versões que você vai criar! Por favor enviei fotos, vou ficar mega feliz. 😀

 

 


Festas de fim de ano • Meus looks “me made”

Mais uma vez os meus looks das festas de fim de ano foram feitos por mim, e como é tradição, na última hora. :p

Look Natal

Como na véspera de natal estava bem quente, resolvi fazer um vestido leve, alegre, vibrante e festivo. O molde escolhido foi o Adelaide da Seamwork Mag.

Como todos os moldes da revista, este é super fácil de fazer e mega rápido.

Minhas alterações:

• Eu fiz o tamanho 8, dois menores do que indicado para minhas medidas, isso sempre acontece nos moldes da marca.

• Ajustei um pouco o decote, ele ficava muito aberto.

• Fiz o acabamento com viés pronto de cetim.

• A faixa eu já tinha, acho que esse vermelho deu o toque final, super levantou o look.

• Usei botões de pressão, aqueles que fica só um círculo de metal, super discreto.

Eu adorei esse vestido e fez super sucesso, recebi vários elogios. 😀

 

vestidoadelaide

Look Ano Novo

O dourado foi a minha cor escolhida para a passagem do ano. Teve dourado no vestido, nas unhas, na maquiagem… Quero muito ouro e energia nesse ano regido pelo Sol!

O molde escolhido foi esse da Burda. Comprei o molde no início do ano passado, no site da Burda americana, mas fiquei sem tempo e fui fazer o vestido só no fim do ano. E acabou que ele saiu na revista da versão brasileira, acho que na edição de setembro.

Eu tive que fazer muuuitas alterações nesse molde para servir em mim. Eu sou bem baixinha, e os moldes da Burda são feitos na alemanha, então imagina como ficam em mim. hahahaha

A cintura sempre fica quase no joelho, mesmo fazendo os tamanhos menores. Ombros ficam caídos… e por aí vai.

Mexi na estrutura toda do vestido, e acabou que o busto ficou pequeno, deixando um decote super aberto, resolvi usando uma regatinha branca por baixo.

O modelo do vestido é bem bonito, mas para o meu tipo físico não é muito favorável. Acho que é volumoso demais, e acaba me engordando um pouco. Claro que a cor e o tecido com brilho não ajudam muito. Mas eu gostei do vestido, e o tecido jackard de algodão com seda é puro luxo!

Vocês já devem ter percebido que eu amo maquiagem, né?! E que datas melhores para caprichar no make do que as festas de fim de ano!?

Maquiagem Natal

No natal eu fiz um olho esfumado em tons de cinza, complementei com batom vermelho vivo e fosco, blush rosinha e muito iluminador. Maquiagem festiva pede brilho! 🙂

Maquiagem Almoço de Natal

Para o almoço do dia 25 eu fiz um olho matte em tons terrosos, delineador gatinho, bem retrô, batom e blush rosinhas e nada de brilho.

Maquiagem Ano Novo

Já a maquiagem de ano novo eu caprichei no olho dourado, fiz um esfumado de marrons e dourado com muito brilho e finalizei com delineador e muitas camadas de rímel. Batom vermelho matte, blush pêssego, para dar aquela cara de saúde, e muito iluminador, que não aparece na foto, mas ele tava lá!

E você faz alguma preparação especial para as festas de fim de ano? Me conte nos comentário. 😉

 

 


Obrigada 2015! Bem-vindo 2016!


Em 2015 abri oficialmente meu atelier-escola. E tem sido uma delícia!
Conheci tanta gente legal, e foram produzidas muitas peças lindas.
Alunas se tornaram amigas, amigas se tornaram alunas.
Foi ano de troca, de aprendizado. E fico muito feliz em saber que eu trouxe um pouco de alegria para muitas meninas/mulheres. Meus dias ficaram muito mais felizes também.
Obrigada! À você: que esteve no atelier; que acompanhou de longe pelo blog, pelo Instagram, pelo Facebook; você que fica feliz em ver as fotinhos das criações.
E que venha um 2016 ainda mais especial. Espero você para mais costuras!

* E um super obrigada para a Coats pela parceria incrível.

❤️❤️❤️✂️👗😘 #francinelacerda #costuracomestilo #francinelacerdapatterns #sewing #class


{Na minha máquina} Casaco com perfume 50’s

 

Semana passada finalmente terminei o meu casaco. Yey!

Deu trabalho, demorou, mas eu adorei o resultado. Todo o processo valeu a pena.

Usei o molde 110 da Burda de Maio. Mas eu mudei várias coisas, e provavelmente você não vai reconhecê-lo. :p

Achei o molde muito bom. Com as medidas certinhas. Pela primeira vez não precisei mexer na estrutura: largura de costas, altura do corpo, ombros…

E o tecido? Ah, o tecido, uma lã azul linda, que ganhei da minha sogra há uns 5 anos, e ela disse que deve ter ficado com ela mais uns 15 anos, ou seja, o tecido deve ter mais de 20 anos. Isso já faz dele Vintage. 😀

As minhas mudancas:

• Gola: o original da Burda tem a gola bem grande, para ser usada aberta, sobre os ombros. Quando fiz o teste no algodão cru eu percebi que queria o casaco um pouco mais fechado.

A gola tão aberta limita um pouco o que usar por baixo, e com a gola mais ajustada o casaco fica muito mais versátil. E como ela era muito larga, para conseguir fechar o casaco até mais para cima, eu tive que diminuir um pouco a borda dela. Essa gola é linda, tem uma curva incrível nas costas.

• Estrutura: estruturei todo o casaco usando técnica de tailoring moderno. Fiz um post só sobre isso. Veja aqui.

• Fechamento: testei o fechamento com snaps, e depois com ganchos por dentro do casaco, mas achei meio sem graça, faltava alguma coisa. Quando o marido viu e disse: “Cadê os botões?” Eu entendi que realmente faltava alguma coisa. 😀

Eu já tinha comprado esses botões para o casaco, mas o posicionamento deles estava me incomodando e acabei desistindo. Com a ajuda do marido chegamos nesse layout. Eu amei! Achei meio com cara de aeromoça dos anos 50/ 60. <3

Como os botões são muito grandes, não cabem no pé de casas automático. E sem ele a casa não fica muito boa. A saída foi fazer Bound Buttonholes ou casa embutida (beijo Katia! por descobrir o nome). Imagina o suspiro que eu dei quando lembrei que o casaco estava pronto e passado, e teria que desmanchar boa parte dele. Mas super valeu a pena, aprendi uma técnica nova, e o resultado é lindo, limpo e elegante.

cintura

Com essas mudanças, o casaco ficou mais funcional e versátil. Posso fechar todos os botões, deixando a gola mais certinha; ou abri um botão e a gola fica mais acentada; ou ainda abrir mais um botão e a gola fica quase como a original da revista.

Eu fiz o forro com uma tricoline 100% algodão azul marinho e poá vermelho. Acho que deu mais um charme retrô. Amo! 😀

Fiquei super feliz com o meu casaco novo. Ainda bem que semana passada estava mais friozinho, consegui usar ele várias vezes, com calça cenoura, com jeans e com saia também. Adorei montar looks com ele, e com certeza será uma grande adição ao meu guarda-roupa handmade. 😉